Prensas Térmicas

Gostou? compartilhe!

As prensas térmicas são máquinas especializadas, com larga utilização nos dias de hoje. São principalmente utilizadas nas indústrias têxteis de pequeno, médio ou grande porte, sendo que possuem uma excelente flexibilidade no trabalho cotidiano, e uma boa resistência e durabilidade. As prensas térmicas modernas são de fácil manuseio, requisitando na maioria das vezes a utilização de apenas um operador, ainda que com pouca experiência ou conhecimento no manuseio desse tipo de máquina. Com componentes hidráulicos de última geração, as prensas térmicas são hoje equipamentos de utilização simplificada, principalmente pelo fato da requisição de pouca força para a impressão especializada. Os modelos mais recentes contam ainda com controle de tempo e temperatura precisos, com um ajuste de pressão e temperaturas ideal para qualquer tipo de operação.

Resistências cartucho para prensas térmicas

O baixo custo do material de confecção e a eficiência de cada componente faz toda a diferença no custo-benefício de uma prensa térmica. E as resistências utilizadas para a geração de calor e energia nessa máquina refletem exatamente essa necessidade. As resistências cartucho são flexíveis e duráveis, resistentes a altas temperaturas e possibilitam o trabalho contínuo da prensa no fluxo da produção. Elas podem ainda ser confeccionadas sob medida de acordo com a máquina encomendada, servindo sempre de forma exata em cada projeto.

Especialização

Sua grande utilização hoje nas indústrias e fábricas ocasionou a produção de diversas linhas de prensas térmicas, máquinas mais especializadas para cada operação e que podem oferecer desempenho máximo para impressão de estampas ou gravuras em qualquer tipo de material que for necessário. Dependendo da empresa e da sua utilização em particular, as prensas térmicas podem ter um tamanho diferenciado, sendo que já existem no mercado modelos compactos e portáteis, de fácil remoção e deslocamento, para pequenos espaços ou utilização móvel. Outras características que podem variar de acordo com a utilização da máquina é o sistema de sucção e exaustão, o limite de área e formato para a impressão, o tipo de transfer utilizado, a potência da máquina e o número de resistências envolvidas. Geralmente nas prensas térmicas as resistências agem em conjunto, sendo que elas podem ser dispostas de forma independente para a impressão múltipla em pequenas peças, como bonés, canecas e artigos decorativos.

Principais vantagens

Essas máquinas hoje representam alta produtividade e consequente lucro para os produtores de qualquer área que necessite da sua utilização. Elas são projetadas especialmente para o trabalho pesado, com uma estrutura e desenho mecânico que possibilita a sua fácil e frequente utilização. Os novos projetos com acionamento suave possibilitam que homens e mulheres trabalhem na sua operação, e possam trabalhar por mais tempo, possibilitando uma economia cotidiana nas empresas. Os materiais empregados na sua confecção são altamente resistentes e possibilitam uma longa vida útil, com especial destaque para o aço inox, amplamente utilizado pelo seu custo-benefício. Com pintura eletrostática e suporte para impressões em diversos materiais e tamanhos, essa máquinas são hoje referência em produtividade e economia.

Características técnicas principais

As características técnicas de cada máquina devem ser observadas para que o seu emprego seja o ais específico e mais adequado possível. Normalmente essas máquinas operam de forma bivolt, em 127 v e 220 v, o que pode variar apenas em máquinas de grande porte e para utilizações especiais. A potência possível das prensas térmicas é uma característica que deve ser medida principalmente para a adequação do consumo ideal da máquina na operação em que será utilizada. Já o consumo direto de ar é proporcionado pelo sistema pneumático, responsável pela facilidade no manuseio da máquina e que influencia diretamente na produtividade geral nos períodos de trabalho.

Automáticas e manuais

A maioria das prensas modernas utilizadas pelas empresas de hoje são do modelo semiautomática ou automática, devido ás facilidades de operação dessas prensas, já que esse fator atua diretamente na eficiência do se trabalho. Prensas automáticas possuem medição e restrição da pressão e temperatura envolvida no trabalho, que pode ser modificada e reajustada de acordo com o fim específico da sua utilização. Esse controle possui uma precisão excepcional que permite que a produtividade seja mantida durante toda a vida útil da prensa térmica, sendo que evita ainda qualquer problema ou defeito por má utilização ou exaustão do material da sua estrutura. Por esse motivo muitas empresas estão em fase de troca de máquinas, por máquinas digitais automáticas, que são mais adequadas á impressão em série, e que no final das contas possui um custo benefício bem melhor.

Utilizações

Como foi citado, o hoje o emprego das prensas térmicas é muito grande. Muitas indústrias e empresas de decoração, indústrias têxteis, fábricas de materiais esportivos, companhias que trabalham com customização de produtos, além de diversas outras empresas utilizam esse tipo de máquina para a impressão em série. Devido inclusive a esse sucesso e eficiência, as produtoras dessas máquinas optaram por criar modelos especiais para utilizações especificas, como as prensas técnicas próprias para canecas, para jeans, para sublimação e muitas outras. As prensas térmicas pequenas e móveis possibilitaram ainda que novas empresas do ramo têxtil pequenas independentes pudessem obter a sua produção individual, com máquinas modernas e com preço razoável, permitindo que o lucro rapidamente aparecesse e evitando a necessidade de terceirização de um serviço tão simples, mas que faz toda a diferença.


Publicado em: 14/02/2017

Gostou? compartilhe!