Resistências Elétricas para Extrusoras

Gostou? compartilhe!

Máquinas Extrusoras Em tempos de escassez de material natural no nosso planeta, produtos feitos de material reciclado são muito solicitados pelos comerciantes, devido à alta aceitação dos consumidores. Com a nova onda ecológica que percorre a maioria dos países ocidentais, muitas vezes o próprio consumidor prefere pagar mais caro por um produto reciclado que um feito de material não reciclado. E um dos materiais mais reciclados nos dias de hoje, que anteriormente era completamente descartado e causava danos constantes ao meio-ambiente é o plástico. O plástico é proveniente de um bem não renovável, e possui degradação lenta na natureza. Por isso muitos produtores apostam hoje na reciclagem do plástico para obter um rendimento significativo. Mas para reciclar o plástico e criar novos itens com um bom nível de produtividade é preciso um bom equipamento, com baixo custo de manutenção e que produza uma quantidade significativa de material em pouco tempo. Esses equipamentos são chamados de máquinas extrusoras. São elas que, através de um processo simples e efetivo, transformam o plástico separado para reciclagem em novas peças, para que sejam inseridas novamente no mercado com uma nova vida, e com uma rentabilidade multiplicada na sua redistribuição. As máquinas extrusoras são também utilizadas em outros setores e para outras finalidades, mas destacamos a reciclagem do plástico por ser, hoje, a mais utilizada e notável para a produção e comércio. A versatilidade dessa máquina permite que a sua operação seja desejável e aplicada em muitos setores da indústria, gerando em processos simples e efetivos os produtos e materiais necessários para diversas empresas. A facilidade de operação e o baixo custo de manutenção são os principais fatores que determinam a escolha das máquinas extrusoras para a produção de diversos itens e peças, e as suas dimensões reduzidas fazem com que essa máquina não necessite de grandes espaços para a sua operação. O que é o processo de extrusão? A extrusão é um processo de produção bastante peculiar, que transforma um material em outro através de um ou mais equipamentos previamente configurados. No processo mais comum, utiliza-se a injeção da matéria-prima através de alta temperatura e pressão, enviando o produto através de canais especiais até o que chamamos de molde ou matriz, que oferecerá uma nova configuração e utilidade ao material injetado. O processo pode ser realizado em altas ou baixas temperaturas, dependendo da necessidade do material e dos propósitos do projeto. Mesmo assim, o processo é o mesmo, muito semelhante aos processos de forja primitiva que são realizados há anos pela humanidade, apenas recriados em uma produção semi-contínua. Depois de injetados e extraídos da máquina extrusora, o novo produto deve passar por usinagens, que seriam processos para finalizar o acabamento e possibilitar o envio do produto ao mercado ou utilização de destino. Principais utilizações O processo de extrusão é utilizado em uma grande quantidade de setores da indústria e pode trabalhar com uma grande variedade de materiais, devido à simplicidade do processo e à consequente versatilidade das máquinas extrusoras. Mas a sua utilização mais acentuada está nas indústrias de plásticos, de alimentos e indústrias metalúrgicas. E um setor que se destaca nessa produção é o de fabricação de embalagens flexíveis, muito utilizadas em países como o Brasil e que possuem rentabilidade excepcional. Para cada tipo de procedimento e de processo de extrusão para fins específicos, temos configurações diferentes de máquinas extrusoras. Por isso, para iniciar o seu negócio é preciso ter em mente o mapa completo da produção antes de investir. Operação da máquina extrusora Apesar de ser baseado em um processo simples e prático, o trabalho realizado por uma máquina extrusora deve ser supervisionado por um funcionário especializado e preparado para essa finalidade. Pela grande utilização dessas máquinas nos dias de hoje, muitas instituições já possuem cursos voltados a essa operação, formando profissionais habilitados em um mercado de trabalho que cresce cada vez mais. A escolha de um bom profissional é essencial para a rentabilidade da sua produção, na otimização dos processos, correção das falhas e principalmente na prevenção de qualquer problema. A máquina extrusora representa um investimento relativamente alto, e mesmo que seu custo de manutenção seja baixo, muitas atitudes corretivas podem prejudicar o orçamento da empresa. Segurança A observação da segurança na operação dessas máquinas é essencial para a prevenção de qualquer problema. As partes mecânicas, elétricas e aquecidas devem estar muito bem protegidas e isoladas, para que acidentes não sejam verificados e para que nenhuma interferência externa possa prejudicar a eficiência do projeto. As correias e polias devem também estar muito bem protegidas, e cada funcionário que trabalhe na sua operação deve utilizar constantemente o equipamento de proteção individual adequado e requerido. O mau uso e a imprudência podem ser, muitas vezes, mais prejudiciais ao negócio e à empresa que qualquer fator externo.


Publicado em: 14/02/2017

Gostou? compartilhe!